A vida ficou muito mais fácil com o GPS – nome dado ao serviço de posicionamento e de direcionamento disponíveis em muitos equipamentos eletrônicos de nosso uso diário.

O sistema de posicionamento global, popularmente conhecido como GPS (Global Positioning System, ou "Geo Posicionamento por Satélite") é um sistema de navegação por satélite que fornece a um aparelho receptor móvel a sua posição, assim como informação horária, sob todas quaisquer condições atmosféricas, a qualquer momento e em qualquer lugar na Terra, desde que o receptor se encontre no campo de visão de quatro satélites GPS.

O desenvolvimento do GPS começou em 1957 com o lançamento do primeiro satélite pela Rússia. Em 1960 o Departamento de Defesa americano já dispunha de um sistema com informações sobre qualquer parte do planeta, como localização e clima, a qualquer hora do dia, de grande importância para o uso militar. O sistema foi considerado operacional em 1995. Ele está baseado numa "constelação" de 24 satélites e colocado em órbita de maneira que pelo menos 04 deles estejam “visíveis” de qualquer ponto da Terra, a cada momento.  Os satélites trabalham  em conjunto com estações de observação terrestres.

O GPS tem aplicações óbvias na aviação geral e comercial e na navegação marítima. Qualquer pessoa que queira saber a sua posição, encontrar o seu caminho para determinado local (ou de volta ao ponto de partida), conhecer a velocidade e direção do seu deslocamento pode-se beneficiar com o sistema.

Guardas florestais, trabalhos de prospecção e exploração de recursos naturais, geólogos, arqueólogos, bombeiros, são enormemente beneficiados pela tecnologia. O GPS tem-se tornado cada vez mais popular entre ciclistas, balonistas, pescadores, ecoturistas, vôo livre ou por aventureiros que queiram apenas orientação durante as suas viagens.

O GPS permitiu o desenvolvimento da agricultura de precisão. Uma máquina agrícola dotada de receptor GPS armazena dados relativos à produtividade em um dispositivo de memória que, tratados por programa específico, produz um mapa de produtividade da lavoura. As informações permitem otimizar a aplicação de insumos e tratar cada área de acordo com as suas características.

O GPS determina as coordenadas geográficas do local e permite a localização da propriedade rural e da origem do produto As coordenadas geográficas são um sistema de paralelos e meridianos, medido em graus: latitude, no caso dos paralelos e a longitude, no caso dos meridianos.

O paralelo principal é a linha do Equador, que possui latitude 0º e divide o globo terrestre em dois hemisférios: Norte e Sul. Assim, latitude é a distância em graus de qualquer ponto da superfície terrestre em relação à linha do Equador. A latitude poder ser Norte (N) ou Sul (S) e vai de 0º até 90º. Observe a figura a seguir.

O meridiano de Greenwich, por convenção, foi estabelecido como meridiano principal. Esse meridiano (0º) e o seu anti-meridiano (180º) dividem o globo terrestre em dois hemisférios: Leste (oriental) ou Oeste (ocidental). Assim, longitude é a distância em graus de qualquer ponto da Terra em relação ao meridiano de Greenwich. A longitude pode ser Leste (L) ou Oeste (O) e vai de 0º a 180º.

A intersecção de um paralelo com um meridiano indica a coordenada geográfica de um ponto, que permite  a partir da sua  latitude e  longitude localizar qualquer local na superfície terrestre.

Utilize as coordenadas geográficas do seu GPS na indicação do seu endereço rural na nota fiscal e no rótulo do seu produto.

Fontes de informação - Wikipedia, Infoescola, www.historiadetudo.com/gps.html

Centro de Qualidade em Horticultura da CEAGESP